fbpx

Defesa Italiana já migrou 8000 dos seus PCs para LibreOffice

De um total de mais de 100.000 estações de trabalho, a Defesa Italiana já migrou 8000 dos seus PCs para LibreOffice.

O software de produtividade open source, é cada vez mais utilizado por particulares, empresas e instituições públicas.

O processo total de migração das mais de 100.000 máquinas deverá estar concluído em 2020. Envolverá, para além da instalação do software em si, várias ações de formação aos formadores militares assim como aos utilizadores finais.

O suporte técnico, nesta fase, será igualmente assumido pela associação sem fins lucrativos LibreItalia. Segundo informações vinculadas em vários artigos disponibilizados na Internet versando o assunto, a associação italiana terá acompanhado o processo desde o início.

Com esta migração para o LibreOffice o Ministério da Defesa italiano espera economizar entre 26 a 29 milhões de euros ao longo dos próximos anos.

Para além da poupança para os cofres do Estado Italiano, esta solução permitirá a desejada interoperabilidade digital e acesso de longo termo a documentos e informação.

Os militares estão igualmente a providenciar a implementação dos standards ODF (Open Document Format) que se encontra também regulamentada em Portugal através do Regulamento Nacional de Interoperabilidade Digital.

Seguramente uma boa notícia para os contribuintes italianos. Gostaríamos de ver estes procedimentos replicados, tão rapidamente quanto possível, no nosso país e não só nas instituições militares.

Slides da apresentação do projeto efetuada em Berlim no início de setembro aqui.

fontes: FSFE summit e LibreItalia

 

 

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: